Bifurcação

Então faz duas semanas que cheguei ao Brasil. Minha vida na Inglaterra se resume a um depósito de 10m2. Todas as minhas coisas estão encaixotadas, como um rodapé de página esperando o próximo capítulo.
Absorvi essa vinda ao Brasil como um retiro espiritual e emocional (muito mais emocional), um tempo necessário para me colocar no lugar, uma etapa imprescindível para me chacoalhar e deixar o que é morto cair de vez. Preciso me renovar, preciso renascer como uma borboleta que rasga seu casulo, como uma fênix que ressurge das cinzas, e esse renascimento dói. Não, não pense que estou preparada para a dor, muito pelo contrário. Estou preparada para o que for melhor para mim e, se no meio da tempestade eu acabar me arranhando, prefiro acreditar que faz parte da jornada. Prefiro entender como cicatrizes de uma vida bem vivida, nunca fui de não dar a cara para bater. E quem dá a cara pra bater, tem que estar disposto a apanhar.
Em duas semanas de Brasil, muita coisa já aconteceu. Os sinais gritam e eu não quero ouvir, as ondas batem forte no meu rosto, eu sufoco, eu afogo, eu continuo nadando contra a maré.
E foi somente hoje que percebi que sempre precisei de circunstâncias e pessoas para me focar. Deus, como estou errada. O quanto cobrei uma atitude dos outros, para que eu pudesse me posicionar! E isso não é um jogo de baseball, eu não preciso saber onde os outros irão ficar para poder escolher a minha base!
Então hoje eu percebi. Preciso parar de querer fazer de mim e dos outros uma coisa só. Preciso deixar de esperar que as pessoas ajam do modo como eu gostaria e acredito que agiria no lugar delas. A vida não é didática. Tenho que riscar meus planos, afogar minhas expectativas.
Hoje eu aprendi que preciso de um pouco mais de egoísmo, um pouco menos de altruísmo. E essa é uma decisão nem um pouco prepotente. Descobri que se existe uma coisa em que preciso focar, essa coisa sou eu. Está na hora de escolher minha base antes dos outros e saber me posicionar sem referências. Tenho que novamente cuidar do jardim para que venham as borboletas.
E enquanto tudo isso acontece, deixo meu coração aberto para o que vier, sei que, de alguma forma, o que for melhor é o que virá. E quem se importa, fica. O que é essencial e verdadeiro, fica.

Está na hora de tirar meu coração do playground.

Anúncios

8 comentários sobre “Bifurcação

  1. Vivi disse:

    Texto forte Miloca, mas não esperava nada menos do que isso vindo de vc que é uma pessoa tão intensa e que sabe mergulhar no seu pp eu 🙂

    Espero que toda essa transformação tragam coisas boas e que vc volta pra sua casa firme de suas decisões e mais forte para encarar o mundo. Vc é capaz!

    Muitos bjos amiga

  2. Taty disse:

    Mi, querida…

    Eu não fui viajar nem pude me ausentar do jeito que gostaria, mas entendo perfeitamente a sensação que adentrou sua alma por meio dessa viagem…

    Comprensível, necessário e libertador! Quem dera poder fazer o mesmO…!

    Quando nos afastamos de determinada situação, ganhamos a capacidade de olhá-la a fundo e provocar mudanças!

    Que seja ótimo e proveitoso esse tempo!

    Você merece!!!

    Adoro você, beijocas!

  3. Rachel disse:

    Seja bem vinda ao seu país, ao seu lugar!
    Torço para que vc encontre o que veio procurar.
    Confesso que a cada twitada sua sobre SP eu ficava me perguntando se vc tinha vindo a passeio ou pra ficar. Vim aqui procurar noticias desta sua vinda repentina mas não encontrei nada.
    Bjos

  4. Marcela disse:

    Querida Milena,
    Acompanho seu blog há muito tempo, mas só hoje lí esse seu post. Desculpe a indiscrição, mas vc e seu marido se separaram? Isso quer dizer que vc veio pra ficar?
    Te desejo tudo de bom e que vc encontre a sua felicidade onde quer que seja!
    Beijos,
    Marcela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s