Adeus ano velho

Feliz ano novo, que tudo se realize no ano que vai nascer! Muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender!!!!!

 É exatamente isso que desejo a quem passar por aqui hoje… muita paz e saúde. Esperança e fé de que que dias melhores estão por vir. Paz no mundo, conscientização humana, amor pelo planeta e pelas criaturas.

Que sejamos felizes, saudáveis, prósperos, bem-sucedidos, alegres, e que tenhamos sempre um coração apaixonado!!!

Feliz 2008!

“Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo, pois, que não seja assim
Mas se for, saiba ser sem se desesperar
Desejo também que tenha amigos
Que mesmo maus e inconseqüentes
Sejam corajosos e fiéis
E que pelo menos em um deles
Você possa confiar sem duvidar

E porque a vida é assim
Desejo ainda que você tenha inimigos
Nem muitos, nem poucos
Mas na medida exata para que
Algumas vezes você se interpele
A respeito de suas próprias certezas.
E que entre eles
Haja pelo menos um que seja justo

Desejo depois, que você seja útil
Mas não insubstituível
E que nos maus momentos
Quando não restar mais nada
Essa utilidade seja suficiente
Para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante
Não com os que erram pouco
Porque isso é fácil
Mas com os que erram muito e irremediavelmente
E que fazendo bom uso dessa tolerância
Você sirva de exemplo aos outros

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais
E que sendo maduro
Não insista em rejuvenescer
E que sendo velho
Não se dedique ao desespero
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor

Desejo, por sinal, que você seja triste
Não o ano todo, mas apenas um dia
Mas que nesse dia
Descubra que o riso diário é bom
O riso habitual é insosso
E o riso constante é insano.

Desejo que você descubra
Com o máximo de urgência
Acima e a respeito de tudo
Que existem oprimidos, injustiçados e infelizes
E que estão bem à sua volta
Desejo ainda
Que você afague um gato, alimente um cuco
E ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque assim, você se sentirá bem por nada

Desejo também
Que você plante uma semente, por menor que seja
E acompanhe o seu crescimento
Para que você saiba
De quantas muitas vidas é feita uma árvore

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro
Porque é preciso ser prático
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele na sua frente e diga:
“Isso é meu”
Só para que fique bem claro
Quem é o dono de quem

Desejo também
Que nenhum de seus afetos morra
Por eles e por você
Mas que se morrer
Você possa chorar sem se lamentar
E sofrer sem se culpar

Desejo por fim
Que você sendo homem, tenha uma boa mulher
E que sendo mulher, tenha um bom homem
Que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes
E quando estiverem exaustos e sorridentes
Ainda haja amor pra recomeçar

E se tudo isso acontecer
Não tenho mais nada a lhe desejar…”

(Victor Hugo)

Anúncios

Estrela cadente

Eu vi uma no céu de São Paulo! Juro que eu vi!!!!!

Mini-humanos

Hoje na piscina do meu prédio existiam cinco pequenas criaturas,  com uma média de quatro anos de idade. Uma menininha astuta e um pouco mais velha disse para todos “vamos na piscina grande!!”. Uma das criaturinhas-micro disse “eu num posso poquê eu côlo lísco de afoguetamento”. Eu me matei de rir. Será que ela sairia voando??? A outra respondeu “eu não, poquê eu tenho bóinha roladora de baço” (bóia enroladora de braço?????). A pequena que poderia se afoguetar se esticou numa das cadeiras e disse “então vô bonziá”. Genteeeee o que é que estão colocando no leite desses filhotes de humano??? Pior é que eles conversam como se realmente estivessem se entendendo…

“Em 27 anos trabalhando nesta indústria vital…

 … esta é a primeira vez que isto me acontece”… (como diria nosso amigo topetudo)

– Meu primeiro Reveillon em São Paulo. Que tédio. 
– E como é Reveillon bom?
– Com fogos.
– Só? Eu compro umas biribinhas.
– De branco.
– Usa aquele vestido…
– E quem vai ver?
– Eu, oras. E o Billy…
– Tem que ter prosecco, vou encher a cara jogada no sofá.
– Prosecco tem.
– Eu não quero cozinhar.
– A gente pede uma pizza.
– Ah, mãe, já não chega o ano passado em Floripa com dogão prensado??
– Hahahahaha!
– Tem que ter ondinha, mar… E dois milhões de pessoas na praia. E uma calçada preta e branca. E oito barcas a trezentos e tantos metros da praia, e um palco octagonal. E 19 minutos de fogos – eu disse que tem que ter fogos.
– Eu misturo água e sal numa bacia e você pula. Fogos, no máximo na Paulista.
– E começar o ano com MC Leozinho??? Prefiro meu sofá.
– Um pouco de otimismo, menina!
– Quero meu marido…

Especial de Natal

Até quando vamos ter Xuxa e Roberto Carlos – especial de Natal???
Meu Deus! Eu me lembro quando era pequenininha e me amontoava na frente da tv com meus primos esperando para ver o que a Xuxa tinha preparado… aí eu assistia e chorava, e minha alminha renascia para abrir, então, os brinquedos debaixo da árvore. E no dia seguinte juntava a mãe, as tias, as avós, essas é que se amontoavam para ver o “rei” de terno branco ou azul-calcinha jogando rosas e dizendo fanhamente “são tantas emoções”…

Vinte anos se passaram e nada mudou. Isso é assustador. Fico imaginando o que vai acontecer no Natal da gente quando esses dois morrerem… aí vai ter “Especial de Natal – 25 anos sem Roberto Carlos”. Que medoooooo.

 FELIZ restinho de NATAL, galerinha!!

Carta de última hora

Querido Papai Noel,

Na próxima encarnação quero nascer igual a Megan Fox. Se o senhor não sabe quem é, joga no Google e imprime a foto, pra não esquecer.

Obrigada!

Se eu pudesse falar com Deus neste Natal…

… eu pediria paz. Paz no mundo e paz de espírito. Porque considero a paz essencial em todos os corações, capaz de gerar os mais nobres sentimentos.
Se eu pudesse pedir algo para Deus neste Natal, pediria mais juízo aos seres humanos. Que nós encontremos o equilíbrio entre a razão e o coração, entre o desenvolvimento e o meio-ambiente, que entendamos de uma vez por todas que os recursos do nosso planeta não são auto-sustentáveis, e nem infinitamente renováveis.
Pediria que os seres humanos tivessem mais respeito, acima de tudo. Respeito com o próximo, com as criaturas e com o planeta. Com o ar, a água, o fogo, a terra e, principalmente, com o Criador, seja lá qual for a sua crença. Pediria um mundo menos automático, menos mecânico, mas humano o bastante para manter a sensibilidade. Pediria a Deus equilíbrio.
Também pediria um coração mais brando em cada um de nós, a capacidade de encher os olhos de lágrima com a maldade do mundo, e não a frieza robótica da banalidade. Pediria que a as nossas almas se acalentassem mais com o sorriso de uma criança, com o agradecimento de um idoso, com o olhar de amor incondicional de um animal, com um dia de céu azul ou o canto de um bem-te-vi. Sendo assim, talvez fossemos menos cruéis.
Pediria a Deus um pouco mais de humanidade, mas aquela humanidade quente e altruísta, não a humanidade destrutiva. Pediria solidariedade com os que têm menos que a gente. Pediria ajuda e esperança aos necessitados, fé aos que acreditam, saúde aos que precisam, cura aos que a perderam, alegria quando a tristeza teima em vir.
Se eu pudesse falar com Deus neste Natal pediria que o homem raciocinasse mais, não só com a mente, mas com o coração e a alma. Pediria bondade e menos guerras, mais misericórdia e piedade. Mais irmandade.
Eu também pediria amor. Principalmente o amor fraterno, o amor entre as criaturas, o amor próprio. Pediria que o amor se espalhasse como flores dente-de-leão, que emanasse de cada sorriso sincero, de cada gesto de compreensão, de cada pensamento positivo. Que o amor gere a tolerância religiosa e racial. Que o amor inunde os seres humanos de tal forma que a consciência mundial se transforme. Que sejamos capazes de transformar. E que tenhamos fé de que qualquer transformação para o bem ecoa pelo mundo, mesmo que ela comece dentro de casa.
Se Deus realmente estiver me ouvindo neste Natal, peço que olhe por nós. Que rogue por nós e nos salve de nós mesmos. Que cure o mundo e os seres humanos, que renove as nossas esperanças em dias melhores. Que Deus se faça presente e que sejamos humildes o suficiente para reconhecer a Sua presença nos dias do ano que vem.
Se eu pudesse fazer um único pedido para Deus neste Natal eu continuaria pedindo a paz. A paz no mundo e no coração dos homens. Porque, sem dúvida nenhuma, a paz é a mãe de todos os sentimentos mais nobres… e é com ela que conquistaremos um mundo melhor.

Que todos vocês tenham um lindo Natal, com muito significado. E que ele renove as esperanças do teu coração em dias melhores para o ano que vem. Muito amor, alegria, fé. Saúde e paz de espírito.

Feliz Natal!!!!!!

Retificação

Muito obrigada, Deus. Muitíssimo obrigada. Não há ninguém neste mundo que tenha maior espírito natalino. Mesmo.

Hoje eu posso passar meu Natal em paz. Paz de espírito, paz no coração, paz na mente. Com menos rugas, menos olheiras e um sorriso verdadeiro no rosto.

 Amém.