Tangível

Eu não pretendia me apaixonar por você. Não planejava fechar os olhos e ver seu sorriso, sentir seu cheiro nas minhas mãos quando a saudade bate, ter frames de você dentro das minhas pálpebras a cada vez que pisco meus olhos.
É que você brilha; e ofusca tudo de tal maneira que o mundo desaparece dentro do seu oi sorrindo. É que você vem com a melhor trilha sonora embutida. É que você tem todo esse jeito de quem traz um pacote de amores doídos, coração prontinho pra ser cuidado. E eu adoro cuidar.
Então vem e me deixa te colocar no colo, correr meus dedos sobre o seu rosto e dizer, te acalma, menino, isso aqui é amor de verdade. E é tão tangível que posso tocá-lo na curva do seu queixo. Sente o amor na minha pele? Toca. Pega. Amor tem gosto e cheiro.
Deita mais um pouco, toca essa nossa música em você. Me deixa te fazer rir e enche meu coração de calor com essa sua gargalhada e esse monte de besteira que você fala. E antes de ir embora, fica pra sempre na minha vida.

Um comentário sobre “Tangível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s