Em tempos de crise…

Todo mundo sabe que a Inglaterra está passando por uma crise brava desde o ano passado. Muita coisa mudou por aqui. O índice de desemprego atualmente é monstruoso, a inflação continua e tudo parece ainda não ter voltado ao normal.
Em uma fase como essa, Brasileiro sempre tem que dar o seu “jeitinho”. Afinal, quem melhor do que a gente para ensinar esse bando de “desenvolvido” como enfrentar uma crise?
Desde que eu saí do Hotel a situação em casa não tem sido lá muito fácil. E eu percebi que aos poucos estou me tornando uma vegetariana quase que por determinação financeira. Carne aqui é cara, como em qualquer outro lugar do mundo. Algumas coisas podem ser baratas, mas considere um país onde a beringela, umazinha só, custa uma libra. Não dá pra sair gastando as douradinhas assim do nada.
Então eu tenho encontrado alternativas entre proteína vegetal e a famosa combinação de aminoácidos: arroz e feijão. Ou arroz e ervilha, ou arroz e lentilha. Sementes e oleaginosas também. Minha despensa agora tem broto de alfafa, quinua, grãos, cereais, soja e sementes. E no freezer apenas uns fishcakes para o marido, um filé ou outro de peixe, e o que a gente encontrar de razoavelmente barato. Filé de peru por exemplo. Mais barato que frango.
Ultimamente minhas visitas ao supermercado se concentram na sessão “reduced”. E não, não me sinto pobre por isso não. Afinal de contas, o que está em liquidação é o que teoricamente irá vencer no dia ou no dia seguinte. Se eu puder cozinhá-lo até o dia seguinte, ótimo. Ou congelo e pago mais do que 70% a menos.
Aqui na Inglaterra tem uma coisa muito engraçada que é a data de validade em frutas e legumes. Ora, desde que me conheço por gente uma fruta só estraga quando estraga. Não tem data pra expirar. E ainda se ficar ruinzinha de um lado, a gente corta fora e come o outro lado. Nunca na minha vida vi data de validade em maçã, banana, uva. Por isso tenho economizado muito com frutas essas semanas. Compro as da sessão “reduced”, que aparentemente estão perfeitas, e consumo até elas me contarem quando não prestam mais. Por exemplo, outro dia comprei uma caixa de uvas reduzida de duas libras pra cinquenta centavos. Porque a data dizia que venceria naquele dia. Os cachos duraram mais de uma semana na minha geladeira, por cinquenta centavos! E nessa onda tenho consumido muito mais frutas!
E também tenho dado mais atenção aos produtos de estação, o que diminui o meu “carbon footprint”, ou seja, a minha participação na poluição do mundo, já que o que não é da estação é importado e vem pra cá através de avião ou navio.
Todos os supermercados tem uma linha mais barata pra tudo, inclusive carnes, peixes e frango. Mas eu sou ecochata demais. Se tiver que comprar ovos de frangos que vivem engaiolados, eu prefiro não comprar. Se for pra comprar carne desses frangos, cheios de hormônio e sem espaço nem pra abrirem as asinhas, não compro. Dou preferência ao que é orgânico ou ecologicamente correto. Por isso prefiro usar as alternativas vegetais no momento.
Eu não conseguiria ser vegetariana pra sempre, porque amo um peixe e -principalmente – um bom churrasco. Mas carnes não são as únicas fontes de proteína.
Outra coisa que a gente fez foi cortar o telefone de casa e pegar um celular em pós pago, só um deles. A gente usa os meus minutos inclusos para ligar pra quem quer que seja no Reino Unido e não paga mais a assinatura e o monte de abobrinha que vem com uma conta da BT (que quis me cobrar 500 libras da última vez). O David continua com o pré pago e não gasta quase nada, já que usa o meu pra telefonar e eu ligo do meu pra ele sempre, porque é de graça. Internet agora só com o dongle, que é no esquema TopUp (se bem que ainda acho que vale a pena o pacote básico da Sky – se não usar o telefone!)
Também comprei um chip (sim card) na 99p Shop por – óbvio, 99 centavos – da TalkTalk. Acho que chama TalkTalk World, é um plano que dá ligações mais baratas internacionais, eu não tenho gastado quase nada com ligações pro Brasil! Faz um mês que eu tenho e ainda tô no crédito de 10 pounds, ligando pra minha mãe todos os dias!! É absurdamente barato.
Bom, ficam aí as dicas pra quem está morando na Europa e enfrentando essa crise, que dizem melhorar no ano que vem. Aí a gente comemora com um filé mignon!

Muita gente me fala “ah, eu tirei o passaporte italiano, tô pensando em ir pra Europa passar um tempo”. Gente, se não tiver que vir, não venha. Pelo menos por enquanto. A situação aqui não tá nem um pouco mais fácil do que no Brasil, conheço gente em vários países europeus que não encontram emprego há meses. Se não falar a língua fluentemente então, fique onde está. Não há vagas. Os poloneses pegaram todas as vagas em que não é preciso o uso do idioma, então, don´t bother. Tirem da cabeça essa idéia de vir pra Europa fazer dinheiro porque as coisas não são bem por aí. O custo de vida aqui é alto, e você provavelmente não vai conseguir juntar muita grana se vier para um sub-emprego. Sabe aquela estória do “melhor um passarinho na mão do que dois voando”? Fiquem no Brasil, pelo menos por enquanto. Conselho de amiga.

04_vacation1-june31

Anúncios

4 comentários sobre “Em tempos de crise…

  1. deianainglaterra disse:

    Eu tb sempre faco bom uso das promocoes do mercado, inclusive da sessao “reduced to clear” e “Tesco market value” ou qq que seja o supermercado e tb nao tenho a menor vergonha de dizer, muito pelo contrário, sei que já consegui economizar muito por causa disso e ao mesmo tempo, comprar coisas muito boas. O bom daqui é q os produtos mais baratos nao sao sinonimos de qualidade inferior, como as vezes acontece no Brasil, entao dá para se viver relativamente bem com menos e sem passar fome.
    Realmente essa crise nao está fácil. Eu e marido trabalhamos em órgaos públicos onde ainda existe uma certa seguranca, mas em outras empresas, a situacao está ruim mesmo.
    Como funciona esse servico de telefone que vc usa pra ligar para o Brasil ?
    Eu uso o Skype, mas nem sei se é tao mais barato do que outros planos que existem por aí…
    Bjs!

  2. Luma disse:

    Parece que a situação aqui está melhor! O Brasileiro, apesar das crises que passou ainda não aprender a não desperdiçar; joga no lixo coisas que não deveriam jogar – tipo cascas e raízes. Enfim, eu não sou vegetariana, mas estou com um certo nojinho de comer carne, sabia? Por causa de tanta coisa que lemos. A soja aí é muito cara? Tenho receita de bifinho de soja e de leite de soja, se quiser, te passo. Beijus

  3. helo disse:

    olha, eu uso 0 12voip pra ligar pro brasil, é mto bom tbem. coloco um credito de 10 libras e durante 3 meses as ligacoes soa ilimitadasm é demais!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s