“Para sempre é muito tempo”

A maioria de vocês conhece minha paixão por Vinicius, Pessoa, Drummond, Machado e Clarice. Hoje coloco outro nome neste círculo: Mário Quintana.
Deixo algumas frases sensacionais deste velho poeta brasileiro, gaúcho, cheio de simplicidade, ironia e genialidade.

“A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe.”

“A preguiça é a mãe do progresso. Se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda.”

“Não me ajeito com os padres, os críticos e os canudinhos de refresco: não há nada que substitua o sabor da comunicação direta.”

“Sonhar é acordar-se para dentro.”

“Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente … e não a gente a ele!”

“A maior dor do vento é não ser colorido.”

“Bendito quem inventou o belo truque do calendário, pois o bom da segunda-feira, do dia 1º do mês e de cada ano novo é que nos dão a impressão de que a vida não continua, mas apenas recomeça…”

“Há noites que eu não posso dormir de remorso por tudo o que eu deixei de cometer.”

É incrível como um instante único, uma pequena leitura e alguma junção de palavras podem mudar completamente um dia. Uma visão nova, um mundo novo. Palavras velhas para um novo dia. Poetas velhos para uma nova vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s