Diretamente da terra molhada…

Esses dias no hotel têm sido bem corridos. Hoje por exemplo cheguei às 6:30 e saí às 15:30. Quase não parei… na verdade, dizem que esse é o ritmo normal de lá mesmo, antes o povo tava de férias.
Tenho ficado tãããão cansada… saí do trabalho, perdi o ônibus, chovia o mundo e eu resolvi esperar o próximo (em meia hora). De sapatilha e meia calça, andando na chuva, não ia dar certo.
Minha cabeça tava explodindo, o ônibus não chegava nunca, liguei pro táxi. Aaaah 1 pound pro ônibus, pra parar a dez minutos da minha casa, cinco pounds pro táxi pra me deixar quase dentro do flat… não pensei duas vezes. Cheguei em casa e dormi duas horas seguidas.
A viada da agência ainda não mandou consertarem nosso heating (o aquecimento daqui de casa); disse que só dia 18. Tá fazendo um friozinho tão chato que pra vocês terem uma idéia eu tô com o fogão ligado e semi aberto. Tipo uma fogueirinha…. tá, eu sei que não é nada ecológico, mas eu tenho bônus por fazer supermercado de bicicleta, não tenho????

Sábado à noite fomos eu e o David na despedida da Ewelina, a polonesa que trabalha comigo. Foi num bar no centro e foi bacana porque muita gente do trabalho foi, deu pra fazer uma social…. o foda é que o Baker, marido da Ewelina, resolveu comprar rodadas de cerveja depois da minha segunda CAIPIRINHA de SAGATIBA!!!!!!!!!!!!!!!!!! E comprou pints, isto é, cerca de 538ml num copo só…. imagina a situação.
Sobre a caipirinha eu desafiei a menina a fazer uma pra uma brasileira. Ela ficou bem sem graça…. fez de um jeito que eu pensei, essa porra não vai dar certo. Espremeu o limão com a mão, jogou um quilo de gelo, a pinga, açucar mascavo e mexeu com o palito. Mas no fim tava tão boa…. tanto que eu e o David chegamos cambaleando em casa. E como Deus é pai e não padrasto, surgiu um táxi no meio do caminho na volta pra casa. Isso porque o cidadão inglês quis caminhar de volta, à 1:30 da manhã, eu de salto, meia hora, pensa….
No dia seguinte foi que eu descobri o grau do álcool, quando acordei e entrei na sala. Tinha meu brinco num canto do chão, minha calça num outro, parecia que tinham arrombado a casa pra roubar. Ressaca?? Acreditem se quiserem, na manhã seguinte estava na academia sem vesícula e sem ressaca.

O cabelo vai bem, obrigada. Só não tive saco de passar as fotos ainda…

Anúncios

6 comentários sobre “Diretamente da terra molhada…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s