Vida real

IML confirma violência sexual em índia xavante

O Instituto Médico Legal (IML) da Polícia Civil do Distrito Federal constatou, por meio do exame de necropsia feito na índia xavante de 16 anos que morreu na quinta-feira, que ela foi vítima de violência sexual provocada por objeto contundente. Segundo o IML, o objeto perfurou o baço, o estômago e o diafragma da vítima, provocando infecção generalizada.

A índia morreu no Hospital Universitário de Brasília (HUB). A ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia Policial da Asa Norte. De acordo com a Funasa, a jovem teve meningite na infância e apresentava lesão neurológica. Ela não conseguia falar e se locomovia por meio de cadeira de rodas.

A vítima, que fazia tratamento no Hospital Sarah Kubitschek, era da aldeia São Pedro, no município de Campinápolis (MT). Desde maio, ela, morava na Casa de Apoio à Saúde Indígena (Casi) do Distrito Federal, próximo ao Gama.

Fonte: TERRA

 

Nossa, isso me lembrou muito “Fale com ela”, do Almodóvar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s