A verdade

– Mas o que você espera de mim?

(Que você pare de varrer todo esse seu amor pra debaixo do tapete, tentando convencer a si mesmo de que não vale a pena lutar por algo que te toque fundo demais. Que você aprenda a ouvir seu coração, ao menos uma vez na vida, e decida em nome dele ao invés de ouvir todo esse seu medo. Que você não tenha receio de mergulhar em uma história bonita só porque não existe um futuro perfeito neste momento. Não existe futuro pra nada, não há garantia pra amor nenhum. Espero de você um pouco de honestidade com você mesmo, que me fale duzentas vezes o que me dizem seus olhos e as letras das músicas que você me manda, se escondendo atrás desse monstro que você não sabe lidar. Espero que segure firme meu rosto e me beije no meio da rua, na frente de todo mundo. Que dance na chuva comigo. Que me beije o rosto e as mãos, sem se arrepender de mostrar amor. Que me olhe deitado na cama ao meu lado e emaranhe seus dedos nos meus cabelos. Que corra dois dedos pela minha coluna e me beije a nuca enquanto assistimos à alguma coisa na tv. Que me abrace depois do sexo e diga qualquer coisa dessas que você tanto evita. Que explique o que são essas tantas coisas que você gosta em mim e não discorre. Que você desista dessa sua ideia maluca de estudar no Chile, fuga tão certa de mim, desse amor que te invade e te assusta. Que você me espere na porta da minha casa e não me diga absolutamente nada que eu não consiga entender através de um beijo desses de portão. Que você nunca mais me deixe ir embora. Que nunca mais escolha o certo, só porque o errado é loucura demais. Que você seja um pouco egoísta sim, e me peça pra ficar com você, porque é por mim que seu estômago esfria, porque é por mim que você confunde as palavras, porque é em mim que você pensa quando o  coração acelera. Quero ser a primeira coisa que você pensa quando acorda, e a última antes de dormir. Quero atormentar a sua memória com as nossas melhores cenas, como você atormenta a minha. Quero que nunca me tire desse patamar de melhor amor, de melhor desejo, de melhor destino. Quero que nunca se esqueça do quanto sente falta da minha pele e do meu beijo. Quero que pare de desdenhar tudo o que eu te digo, pra ver se me supera mais rápido. Você sabe que não. Você sabe que sou o que você sempre quis, enrolada em um roteiro de Woody Allen. Você sabe que eu tenho tudo o que você vem desejando há muito tempo, e descobriu que é tudo verdade. Quero que pare de varrer tudo isso pra debaixo do tapete e que venha. E me tira o fôlego de novo. E me invade. E não luta. Não luta. Quero tudo isso, enquanto ainda te quero…)
… Nada. Sei que eu não posso esperar nada de você…

 

Silêncio. Ela engole seco o azedo das palavras mastigadas. O coração dele aperta. Guarda coisa demais lá dentro.

Anúncios

6 comentários sobre “A verdade

  1. Renata Saintive disse:

    Nossa, como vc consegue por em palavras , em lindas palavras btw, sentimentos tão complexos e bagunçados..e essencias de serem expressados.
    sou sua fã.
    bjs

  2. Rosa Bilachi disse:

    Olá Milena…..vi o programa do Olivier e fiquei encantada….vc é uma pessoa muito especial e vive num lugar muito especial.Estive em Londres em maio (só cinco dias) e me apaixonei….assim que der pretendo voltar e agora vou acompanhar seu blog…..sempre aguardando novidades s/ Londres…..bjus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s