Homesick

Eu ando muito homesick ultimamente. É uma saudade ridícula do Brasil misturada com essa perdição onde me encontro. Pois é, Saturno voltou e eu continuo sem saber o que fazer da minha vida.
O foda é que quando tenho uns minutos meus, no meio de toda essa loucura que é essa vida aqui, eu só consigo sentir uma coisa: saudades de casa. Mas é uma saudade besta, porque é saudade de um passado. Sinto falta da minha casa, com a minha mãe, minha irmã, meu cachorro e a Néia. E isso já mudou faz tempo, esse foi o cenário que eu deixei. A Néia já não trabalha mais lá, minha irmã saiu de casa e está prestes a se casar, minha mãe e o Billy continuam por lá, sozinhos. E isso me esmaga o coração.
Sei lá, pode ser que no fundo eu seja um pouco imatura e esteja lutando contra a tal da adultice, talvez queira mais o conforto e o refúgio de tudo isso.
Aprendi a viver sozinha, sabe. Aprendi por fora, porque por dentro ainda me mata. Não sou assim, nunca fui, sempre fui a mais “família” de casa, sempre adorei os almoços cheios de tios, os Natais juntos, os domingos na vovó. Sempre fui a companheira da minha mãe e ela, a minha. Morro de saudades de coisas banais, como fazer bolo com a minha irmã num domingo chato, ou andar no Villa Lobos com a mamãe, reclamando que o Billy para em tudo quanto é canto.
Ainda não sei o que quero da minha vida, se pretendo ficar aqui, se pretendo voltar pro Brasil. E tenho uma leve sensação de que nunca decidirei isso, porque sou daquele tipo de gente que tenta até o último segundo, que espreme até a última gota. Se um dia eu voltar, quero ter a certeza de que dei o melhor de mim aqui.
E além de tudo isso, o casamento. Que é o que me segura, que é o que está bem, que me faz feliz.
É, gente, nunca achei que tudo isso fosse ser fácil. Muitos de vocês dizem que me admiram, que admiram a minha força e coragem por lutar sempre… Eu confesso que sabia que não seria fácil, mas nunca achei que fosse ser assim. Descobri que sou muito, mas muito mais forte do que imaginava. E se tive uma recaída essa semana, foi porque pesou demais, recaídas não são a minha praia.
Por isso, você aí, que tá namorando um cara que mora em outro país, e pensa em se casar com ele, anota uma coisa: ninguém vive de amor e de cabana. Minha avó falava isso, minha mãe ainda me  fala. E se estiver pensando em fazer essa loucura toda, vem falar comigo primeiro. Porque vale a pena, sim. Mas nem tudo compensa o vazio que fica dentro do peito. Trocar uma multidão de gente que te ama por apenas uma é uma missão nobre e idiota. Como já disse uma vez, uma pessoa só não preenche um coração inteiro. E nem deveria.

And if you know…
How do you get up from an all time low?

Anúncios

10 comentários sobre “Homesick

  1. Glauter M. Coelho disse:

    Gosto de ler seus textos sobre família, sobre saudade, porque de alguma forma suas saudades são também as minhas. Saudades de situações e coisas que às vezes não existem mais mas estão ali como partes fundamentais de sua alma, do que voce é. São situações e coisas que nos trazem um sorriso quando delas nos lembramos mas que nos deixam também pequenininhos de tristeza por estarem tão distantes em nosso passado.

  2. kari disse:

    Heey, como eu ja te disse mil vezes: você nunca esta e nunca estara sozinha. Qualquer que seja asua decisao, estaremos sempre do seu lado! Love u loads!!!

  3. Marcelo Zaniolo disse:

    Sou da mesma opinião do Glauter – inclusive na parte sobre gostar dos seus textos sobre família, memória e enfins.

    Não sei bem quanto tempo você está fora, ou como são as coisas por ai – até porque nunca morreu no exterior -, mas acredito que sua saudade é a saudade de todos nós que recordamos, com o coração aflito no peito, momentos simples, porém inesquecíveis, de nosso passado.

    Por mais que insistamos em crescer e aprender, nada se compara à família, aos amigos, ao conforto de nossa casa e de várias outras situações que muitas vezes demoramos para dar valor. E que doem muito quando viram “passado”.

    Gosto mesmo da sua forma de pensar e escrever.

    Fiquei bem (hehe). Eu espero que esse sentimento logo passe. Beijo.

  4. Carol disse:

    Tirando a parte de sair do país por alguém, vi o que eu sinto neste momento escrito por vc..saudade dói demais e nunca é bom sentir por muito tempo, só machuca…

  5. @rics_lombardi disse:

    Quando há saudade significa que o passado foi muito bom. Quando o passado é bom, o presente conforta e faz sorrir. E quando o presente é bom, o futuro também o será.

    Há uma grande vantagem nessa relação à distância com sua família que talvez você ainda não tenha notado. Eles estão aqui, e, na medida do possível, você pode minimizar essa saudade com visitas como a que fez recentemente.

    Claro que não é fácil tornar isso uma rotina, por uma série de questões; logística, financeira e matromonial. Mas veja essa situação por outro ângulo, você tem dois pólos de amor, distantes um do outro, que pode usufruir deles quando e como quiser….

    Saudade é bom, é importante, mas é preciso também cortar o cordão umbilical. Essa foi a vida que você escolheu e essa é a vida que você deve abraçar. Pelo menos enquanto essa vida for boa para você.

    E não tenha medo de fraquejar. Somos feitos de carne e osso. Antes de uma decisão sempre vem a dúvida. Costuma acontecer com a maioria dos seres humanos.

    Siga em frente e só olhe pra trás para dar aquele sorriso de canto e sentir a brisa no rosto.

    Beijocas verde amarelo.

  6. Sarah-DF disse:

    Oi Mi…
    Faz tempo que nao comento aqui… embora sempre passe para ler os teus posts…
    Mas esse de hj nao poderia deixar de comentar…
    Me vi nele…
    Vc sou eu amanha…hahahaha…
    Ca estou na Italia, porem somente de ferias. Mas sei que a decisao que vc tomou é a que “certamente” tomarei daqui a algum tempo… pois é… ainda nao me bateu a tal coragem que um dia tomou conta de vc e a fez pagar pra ver… E tbm com isso tornar-se admirada por muitos.
    Mas ja que vc ja decidiu, ja esta ai… como bem disse seu amigo ai de cima: abrace mesmo sua nova vida e seja sim muitoooooo feliz!
    Sentir SAUDADE de quem a gente ama é mais do que normal… é humanamente BRASILEIRO…rs…

    Abcs.

  7. Prica disse:

    Oi flor!

    Que desespero, eu vou pro “estrangeiro” daqui a 2 semanas! Fazendo exatamente isso, trocando minha montanha por apenas uma pessoa que me ama. Sei que vai ser foda. Já tenho saudades prévias desse lugar, dessas pessoas, dessa vida. E dos meus gatos… pelo menos vou levar um comigo!

    Mas é a aventura que me leva. Eu nasci com rodinhas nos pés, preciso sempre de coisas novas. Já vivi tantas vidas diferentes nesses 31 anos, já tive empresa, já fechei empresa, agora é a hora de começar a minha segunda carreira. E eu sei bem o que quero fazer, só preciso fazer dar certo. Mas sou teimosa feito uma mula manca!

    Minha volta de saturno foi assim também…. milhões de questionamentos… o que é muito bom, leva a rupturas necessárias e daí surgem os novos horizontes. Encara o parto com tranquilidade, sabendo que vem coisa boa por aí!

    Besitos

    Prica

  8. Vivi disse:

    Mi ando num momento tão indecisão na minha vida…Todo dia acordo com ideias e pensamentos diferentes sobre meu futuro…Tenho medo de nunca achar respostas, de viver a vida em busca de algo que não sei…Tô confusa amiga 🙂

    Espero que vc esteja melhor 🙂
    bjos

  9. Prisca disse:

    Mi, tudo isso que você falou é verdade, a gente fez uma escolha dificil e embora tenha pensado muito antes de decidir sempre fica uma duvida: sera que fiz a coisa certa?
    Teve um momento em que eu sentia também que a unica coisa que me segurava aqui era o Nicolas, porque fora ele não tinha nada pra mim aqui. Aih decidi ir atras dos meus projetos pessoais, porque nem soh de projetos de casal a gente vive. Tem que ter a vida propria também, e é isso que finalmente me de novo ânimo pra ficar melhor. Eh pensar que não estou aqui soh por causa dele, mas por mim. Pra melhorar minha vida profissional, meus conhecimentos, fazer novos amigos (que certamente não substituirão os que estão longe, mas ocuparão espaços que estavam livres no meu coração). Ver as coisas com outros olhos é importante pra gente dar mais sentido a toda essa mudança.
    Eu sei que você é forte e que vai conseguir passar por cima dos momentos dificeis (que sempre vão existir, a gente soh precisa aprender a lidar com eles). Você é inteligente, bonita e tem capacidades que vão te permitir montar novos projetos.
    Deixa eu te falar uma coisa: se você voltasse hoje pro Brasil seu coraçãozinho ficaria apertado demais de saudade do teu esquilinho. E vocês dois sofreriam. Não faça bobagem. Pense que a parte da sua vida que você devia viver perto dos seus foi uma primeira fase da tua vida. A segunda fase começou quando você pegou o avião (aquela vez especificamente, não as outras). E a terceira ainda vai vir, pensa nos filhinhos lindos que vocês vão ter!! E o melhor disso tudo é que você vai continuar compartilhando as tuas tristezas e alegrias com a tua familia, que você vai continuar amando ela, e ela também vai te amar pra sempre.
    Enfim, como você disse, a gente precisa aprender a aceitar o lado dificil. E não fica pensando que eu tô super bem-resolvida, que não tenho mais problemas de saudade e afins. Mas estou aprendendo.
    Vou la pro Twitter antes de dormir ler o que você tah escrevendo. Beijo!

  10. Luciana disse:

    Entendo perfeitamente o que sente, porque é justamente o que eu sinto!!!

    Nossos sentimentos são tão parecidos…a unica diferença é que você os transforma em textos lindos!!

    Estou em um momento pra lá de delicado…vontade de largar tudo e voltar, mas é tão dificil largar tudo e voltar!!! Espero e desejo que tudo se ajeite aqui dentro de mim!!!

    Beijos carinhosos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s