And I want to thank you…

E enquanto Dido toca no rádio do carro, você dirige. Estamos dirigindo há horas sem rumo e é uma estrada reta, dessas sem nenhum sinal de curva. Apenas indo e sendo com o caminho.
E eu te olho de lado e seu perfil me diz tanta coisa que meu coração chora. Você não faz idéia de tudo o que se passa aqui dentro, de tudo o que passou, do quanto eu sou frágil mesmo parecendo forte. Do quanto eu me agarro às raízes do passado e me agarrar a elas é como rever um filme mental todos os dias contando a nossa história. Você me olha e sorri o sorriso mais genuíno do mundo.
Eu acho que no fundo você sabe de tudo, de todas as angústias que vieram com essa escolha. E em nenhum momento hesitou sair do meu lado. Sempre soube que eu viria com as dúvidas, com os medos e os choros. E ainda assim você segura a minha mão, mesmo quando não cai uma lágrima, e diz tá tudo bem. Eu sei. Você sabe. Que difícil é ter um coração só pra caber tanta gente. E no seu, eu sei, só cabe eu.
Dido canta and I want to thank you for giving me the best day of my life. Você olha a estrada em frente, eu quero deixar muita coisa pra trás. Você com a certeza, eu com uma certeza nova. De que estamos juntos. Sempre.

And I want to thank you for being the best love of my life.


PS: Essa pipocada de post é pra quem reclamava que eu não estava mais postando com frequência! 😛

Anúncios

6 comentários sobre “And I want to thank you…

  1. @ricslombardi disse:

    Sempre acreditei que não existe felicidade por si só e sim, momentos de felicidade, afinal a vida é feita de momentos bons e ruins. Quem diz que é feliz, mente. Você não pode ser feliz todos os dias porque é impossível viver sem ter um problema para resolver e se você não tem problemas para resolver, desculpe, é por que já está morto, mas nem sabe.

    Eu sou um cara que aprendeu a valorizar os momentos. Momentos vem, momentos vão, deixam lembranças, marcas, cicatrizes, rugas. Momentos lavam o rosto, rasgam o coração e fazem sangrar.

    E aprendi a vivenciar os momentos de felicidade até a exaustão e buscá-los em minha memória quando os momentos de tristeza insistem em me surpreender.

    E é assim, de momentos que se vive a vida. De momentos como ouvir uma trilha sonora quando admira o perfil daquele que te sustenta enquanto percorrem a estrada da vida.

  2. Gisley Scott disse:

    Eu achei seu post lindo 🙂
    Vou praticar olhar para o rosto do meu hubby mais vezes :)!

    Obg 🙂

    Está faltando mais sensibilidade nesse mundo, ainda bem que vc é uma pessoa que tem :)!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s