Amor moderno

“Era um amor desses de livro, sabe? Daqueles que comecam cheios de defeitos, que enfrentam mil tempestades, que perduram e duram. E que sao tao constantes e ferozes como a agua que fura a pedra,  e tao quente como a lava que nao seca no mar. Era daqueles amores de novela, com gente dizendo que nao daria certo, com todos os contras cabiveis e por se caber, com os medos, os panicos, os naos. Era desses amores de filme agua com acucar, que te faz chorar e querer alguem pra amar naquele instante, naquele momento unico, como se o mundo acabasse ali… na pureza do que se sentia.
E eu digo era no passado pra deixar a prosa mais bonita, porque o que ha de vir ainda eh presente por demais  e ha de dar um bom futuro.
Eles se conheceram numa vida moderna, dessas que eu nao entendo muito bem nao. Sei que tinha a ver com computador, aquele bicho que parece televisao e fala e, sabe-se la como, com os outros lados do mundo. Mas se telefone que eh telefone se fala por um fio, porque nao ha de se falar atraves de uma tela, nao eh mesmo?
Nao sei bem como que tudo comecou, mas soube que ele morava la longe, la na Europa, onde Judas perdeu as botas. E ela aqui, nessa imensidao sem fim de concreto, com um coracao tao cheio de esperanca. Sei que eles se falaram pelo tal do computador por muito tempo, e houve telefone tambem, mas demoraram um bocado de tempo pra se ver frente a frente.
Foi o que aconteceu de mais bonito, porque o mundo todo foi contra, assim como Romeu e Julieta sabe? Mas ela dizia que havia de ser pra valer e que seu coracao batia num passo que nunca tinha batido antes, e que era como se as estrelas dissessem que ela tinha que seguir em frente. Essa menina nunca foi de deixar leite fervendo em fogo brando, nao! Dizia que preferia se arrepender de tentar do que de nao ter tentado. Ela foi e pagou pra ver. Viajou la pra longe pra conhecer o tal do estrangeiro do computador e, quando voltou, seus olhos se “alumiavam” mais que vaga lume depois de chuva. E seu sorriso, ai, seu sorriso era desses longos e varridos que refletiam qualquer clareza em volta.
E disse que era de verdade, vo, nao era de mentira nao. Era de verdade aquela maluquice toda que nem ela entendia, mas que duas semanas com ele foram como nos contos de fadas que eu contava pra ela.
E o tempo passou tanto que nem me lembro mais de quanta gente que tinha medo e preocupacao por ela. O moco veio pra ca e a familia toda que se encantou com ele.  E passou mais tempo ainda, nao que nao tenha tido mais pedras pra tirar do caminho. Mas como eu disse, era dessas aguas que furam as pedras…
E um dia eles casaram, no dia mais lindo, com o ceu mais lindo, o sol mais brilhante, e os sorrisos mais verdadeiros. E ela escolheu escolher uma vida, que nem sabia como seria, mas arriscou a sorte. E eles que, em seis anos, tinham ficado juntos coisa de no maximo seis meses corridos, depois de casados ficaram ano e meio, sem se separar um diazinho sequer.
E ela resolveu voltar pra ca porque a saudade daqui sufocava, soh que ele nao pode vir. Foram soh tres semaninhas de nada, mas o suficiente pra ela olhar uma foto dele no tal do computador por mais de dez minutos e dizer… “meus olhinhos de esquilo… a vida deu pedras, a gente construiu o mais bonito dos castelos”. 

E a estoria ainda nem que terminou e, Deus ha de querer que nao termine nem nessa vida. Porque ela ainda quer um dia chegar na minha idade. Ainda quer assar biscoitos, sentar na cadeira de balanco na frente da lareira com ele, e contar pra varios olhinhos brilhantes uma linda estoria de amor…. desses de livro.”

Anúncios

3 comentários sobre “Amor moderno

  1. Rah * disse:

    que lindo *-* …
    eu gosto de um americano q eu falo pela net faz três anos. historia meio parecida com a sua no começo.
    tomara que se eu tiver a sua coragem, tenha também a sua sorte…
    beijo, tudo de bom pra vcs! e vê se publica um livro no brasil!!!

  2. Ligia disse:

    Coisa mais linda e verdadeira!
    Vc é um doce de pessoa, de amiga, de mulher!!!
    Privilegiado o David de ter vc pertinho todo dia!
    Morri de chorar com o post… sensacional! Te amo. Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s