Para inglês ver

Sabe, o inglês é um povo esquisito. Consegue se extremamente caloroso e extremamente frio num curto espaço de tempo de dois minutos.
Digo que quando se conhece um inglês, ele é bem brasileiro. Fala alto, dá risada, brinca. Quando não se conhece, é o perfeito finlandês. Se bem que já conheci finlandeses nada frios. Mas o inglês pode ser frio, e muito.
É do tipo que anda na rua olhando sabe-se lá o que. Não é difícil saber quando alguém não é inglês aqui, é só ver se o cidadão vai olhar pra você. Andar nas ruas da Inglaterra, entre ingleses, é sentir o pózinho mágico da invisibilidade na pele. E se ele encostar a aura na sua, ele pede desculpas, mas não olha nos seus olhos.
O inglês é infinitamente mais educado que o francês, embora minha última experiência em Paris, há algumas semanas, tenha mostrado um povo quase que educado. Grosseria mesmo é na Bélgica, mas não estou aqui pra falar dos Belgas. Voltemos aos ingleses.
Pois bem. Os ingleses geralmente tem vários metros de altura, inclusive as mulheres. Ou eu é que sou pequena demais. Os homens, geralmente, são esquisitos e as mulheres, a maioria, é bonita demais. Mas são todas absolutamente iguais. Eu acho que inglês se subdivide em dois: os feios com cara de Hooligans, e os bonitos, impecavelmente bonitos. Quando inglês dá pra ser bonito é de tirar o fôlego, mas quando dá pra ser feio também é de dar dó.
Londres é um caso a parte do interior, as pessoas costumam ser mais bonitas, mais bem apresentadas. No interior, as mulheres costumam ser gordas, narigudas, e de cabelos ralos e criteriosamente oleosos e sujos. Andam de conjunto de moletom, o que nada favorece. A vaidade passa longe do inglês caipira, mesmo sendo um caipira de cidade nem tão pequena.
O homem da subdivisão feia tem cara de irlandês feio: bochechas protuberantes, narizes e orelhas grandes e vermelhas. Têm dois metros de altura e parecem o gigante do João do pé de feijão. E alguns ainda nem dentes têm, o que deixa a imaginação infantil ir ainda mais além.
Agora quando são bonitos, da outra subdivisão, são lindos. Podem ser loiros ou morenos, ainda com os dois metros de altura, com olhos de cores que nunca há de se imaginar, como o do meu inglês: cinza. Tem narizes perfeitos, dentes bonitos, e um charme que há de se ver para crer.
As mulheres quando dão pra ser bonitas, o que inclui a maioria das teenagers, são lindas. Tem caras de boneca, rostos redondos, pele extremamente perfeita, bochechas rosadas. Narizes que há de se chegar perto pra checar se são de verdade, de tão pequenos. Olhos infinitamente coloridos, grandes, cílios, boca carnuda ou pequenininha. Parecem bonecas andando em corpinhos de cachorro, finos e esquios. Mas todas iguais. A mesma maquiagem, o mesmo cabelo, a mesma calça skinny e a mesma bota peluda. Você dobra a esquina e jura ter visto a menina na esquina anterior!
Quanto a civilidade e a pontualidade, não vejo mais tanta coisa diferente. O inglês cospe na rua, joga lixo no chão, não dá lugar para os velhinhos e a pontualidade é algo que se aplica só no local de trabalho. Mas obviamente existem as excessões. Outro dia desses vi uma menina de uns dezessete anos passeando com a avó no shopping. Foi uma cena rara, uma adolescente de braços dados com uma idosa. A menina linda, boneca, com um vestido lindo. A vovó fofa, cabelinhos penteados, brincos, batom. A mesma vaidade, mas uma cena extremamente rara, visto que os ingleses são muito independentes. Inclusive os idosos.
O inglês é egocêntrico, é cobra muito mais criada do que brasileiro. Inglês não abaixa, não. Nós é que temos a mania de submissão. Inglês veste o humor que quiser e você que se vire se não te der bom dia. Ele não vai mudar o humor dele para te agradar. E também não vai deixar ninguém mudar o humor dele quando for a situação oposta.
Eu aprendi. Ao invés de dar oi e tchau no trabalho, eu espero. E se não ouvir resposta, não é o fim do mundo, e eles não estão me ignorando. E mesmo que ignorem, há sempre o por favor e o obrigado. Pra fingir que não há grosseria.
Agora quanto ao humor. Pode parecer louco, mas só eles se entendem. Demora para pegar o humor inglês. Eles adoram tirar sarro, são sarcásticos, e se te pegarem pra Cristo um dia inteirinho, era só de brincadeira. Quanto mais conseguirem te irritar, mais engraçado fica.
O inglês têm umas coisas engraçadas, como a mania por gestos de caridade, o vício em programas de sitcom e calouros, e a amada novela que tem vinte anos, Eastenders. Não conheço um cidadão do mundo que consiga assistir à essa novela, a não ser o inglês. É a própria tortura medieval. E eles ainda relutam dizendo “ah, mas olha que legal, essa mulher aí começou a fazer Eastenders quando tinha cinco anos!”. E qual a graça disso? Uma novela que não acaba nunca??? O pior é que Eastenders sempre ganha o prêmio de programa de TV do ano, há décadas. Qual é a graça de saber o resultado do prêmio?
Isso te explica o que é a televisão aqui. Nada de interessante, nunca. Em casa ou a gente assiste Friends, ou videoclips. De vez em nunca na semana tem uns programas humorísticos que valem a pena… o resto e a BBC inteira pode virar pó.
E você sabe porque a BBC é a maior rede do mundo? Porque aqui a televisão não é gratuita. Se paga cento e trinta e nove libras por ano para ter acesso aos canais “livres”, como BBC1, BBC2, BBC3 3 BBC4. E é esse o dinheiro que banca a rede mais rica do mundo. Se você pegar o sinal e não pagar, vai preso. Tudo em nome da BBC.
Mas o inglês é gente boa. Há de se mastigar por muito tempo para engoli-lo, mas um dia a gente se acostuma. Na vida a gente se acostuma a tudo. E vira e mexe você acha um com alma latina, mesmo que os últimos dois mil anos de antepassados tenham sido da ilha, mesmo que o sobrenome tenha brasão e tudo…. inglês com jeito de brasileiro, como o meu inglês, por exemplo.

Anúncios

Um comentário sobre “Para inglês ver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s