I AMsterdam

Depois de muita viagem pela Inglaterra, ca estamos, em terras de vaca holandesa.
Ontem curtimos Amsterdam, cada passo entre os canais, as subidas nas pontes, as paradas para o Tram (bonde) ou as centenas de bicicletas que cruzam nosso caminho.
Nossa manha foi regada a muita caminhada e muita paisagem linda. A noite foi motivo para a Leidsesplein, a praca entupida de gente dessa cidade. Delicia, muitos cafes, bares, restaurantes, muita, muita gente bonita.
Hoje de manha foi diferente. Comecamos o dia com a ida para o museu Anne Frank. Na verdade o museu eh a casa onde a Anne e a familia dela ficaram escondidas por dois anos, com outra familia judia, durante a segunda guerra mundial. O “anexo secreto” era um anexo mesmo na casa que servia de escritorio para Otto Frank, o pai de Anne. E uma estante de livros giratoria escondia a escada ingreme e vertical que dava acesso aos comodos. Comodos estes com janelas fechadas por ‘black out” que quase nunca eram abertas. Um anexo extremamente claustrofobico.
Pra dizer a verdade foi uma das experiencias mais loucas que ja tive, estar de perto com um testemunho vivo do holocausto foi arrepiante. A historia de Anne eh triste, a visita encheu meus olhos de lagrimas mas eh absolutamente imperdivel. Ainda comentarei melhor em outro post.
Depois da casa de Anne Frank fizemos um passeio que vale de dica pra quem vier pra Amsterdam. Pegamos um onibus na estacao de onibus, ao lado da Central Station, o numero 110. Fomos para uma vila chamada Volendam. Eh um vilarejo de pescadores ao norte da Holanda, a 20 minutos de Amsterdam e custou soh 6 euros o ticket com retorno. Outro lugar imperdivel, parece uma maquete de tao linda a vilinha… Todas as casinhas de madeira pintada, barquinhos ancorados ao mar, gaivotas voando, bares e cafes a beira mar, e milhares de luzinhas e bandeirinhas de papel espalhadas pelos fios na rua… aquela cena holandesa que voce nunca imaginou ver.
De Volendam mesmo sai uma balsa para outro vilarejo chamado Marken. Tambem outro lugar bucolico, lindo, inimaginavel no nosso cotidiano brasileiro. Mais casinhas de madeira com jardins maravilhosos, vasos de ceramica pintados nas janelas, ovelhas pastando no jardim… sao dicas para nao perder quando vier deste lado do mundo! Ainda queriamos ter ido para Edam, que nao era longe e era a terra do queijo Edam, mas acabou nao dando tempo.
Voltamos para Amsterdam e demos uma espiada no famoso bairro da luz vermelha. A primeira rua que entramos exibia mulheres bem “tias” seminuas nas vitrines. Pra quem nao sabe, o famoso “Red light district” eh um bairro de Amsterdam onde existem as famosas casinhas com lampadas vermelhas na porta. Em cada uma delas tem uma vitrine tipo de loja mesmo e la dentro delas, prostitutas. Umas sentadas, outras em peh, outras deitadas em camas. Todas com cortina. Se a cortina esta aberta e a mulher ta exposta eh porque ta livre, ai a luz vermelha fica acesa. Se a luz esta apagada e a cortina fechada, eh porque elas estao prestando servicos… Todas ficam geralmente de lingerie minuscula.
Como eu disse, na primeira rua tinha umas mulheres bem bagaceiras. Mas na outra tinha umas meninas lindas, com uns puta corpos. Ao mesmo tempo que eh engracado ver esse bando de mulher em vitrine, eu achei meio agressivo… sei la, nao tem situacao mais “objeto” do que essa….
Depois voltamos pelo canal Keisersgracht (acho que eh assim que escreve) e vimos a menor casa de Amsterdam, no numero 345A. Tem 1,60m de fachada!
Mais uma parada na Leidsesplein e amanha eh dia de outra aventura: Belgica.
Se o hotel tiver internet, juro que posto! Se nao, soh quando der tempo de novo na Inglaterra!

E mais uma vez, vale muuuuuuuuuito a pena conhecer Amsterdam. Deixe o preconceito de lado porque a cidade eh uma das coisas mais lindas do mundo!

Anúncios

6 comentários sobre “I AMsterdam

  1. Laura disse:

    Nossa, eu tenho a maior vontade de conhecer… mas aqui em casa o preconceituoso eh o marido… ai aj viu ne.
    Depois coloca umas fotinhas!!!!
    Beijos e bo

  2. Angela disse:

    Oiiiiiiii
    adorei ler seus passeios ém Amsterdan! essa Dica do bus 110, também gostei e vou indicar prá uma amiga que ir!!!
    Amsterdan fica 4 horas de trem da minha cidade ( e no trem percebi que esqueci o passaporte,rs… imagina…) Visitei bastante museu,e a cidade é bastante agradável e tem muita gente bonita mesmo.
    Puxa, lendo seu blog, me deu até vontade de voltar..rs..
    😎

    beijao
    bons passeios prá vcs

    Angela

  3. Flavia disse:

    Amsterdam eh tudo de bom, eu e o Paul amamos! E eh aquilo que voce falou, soh conhecendo mesmo para entender a cidade realmente, sem preconceitos.

    bjs e aproveite a mamys e irma!

  4. Silvia disse:

    Oie!
    É engracado como depois de um tempo morando aqui na Holanda vc acha tudo tao normal… Lendo seus comentarios comecei a lembrar da minha experiencia anos atras… e é exatamente como vc descreveu… E vc nao poderia ter ido p lugarem mais pitorescos… Marken é tao pequenina mas tao “bucolicamente” linda. Dificil explicar né??? E amiga, Concordo c vc: quanto homem bonito neste país! Tenho marido holandes, lindo, mas é impossivel nao olhar p lado… No trem p Amsterdam, todo dia p trabalho, é colírio p os olhos… E esse vaso sanitario q vc descreveu eu conheco mas é antigo viu… hoje em dia nao é muito mais usado nao… gracas a Deus!!!! Boas ferias em familia.
    Silvia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s