Madrugada

Acordei de madrugada assustada. Escutei um barulho no jardim que me arrepiou a alma. Eram gritos de algum animal, e eu nao sei exatamente que animal era. Ele gritava de um jeito que me lembrou o porco que eu vi sendo assassinado num hotel fazenda quando eu era crianca. Era um grito de socorro.
Eu nao consegui distinguir se era um gato, ou qualquer coisa assim, mas era um animal sendo atacado por outro. Corri para a janela e a unica coisa que vi foi um vulto de quatro patas em cima do telhado da outra casa, o mesmo telhado onde eu vejo as raposas. Provavelmente era uma delas, atacando alguma outra coisa. E eu to com o coracao na mao, rezando para que nao tenha sido o Chip ou o Dale. Nem sei se esquilo grita, mas vai saber… Tambem nao quero pensar na possibilidade de ter sido um gato. Sei que a raposa tem que comer, mas espero que a presa tenha escapado…

Foi horrivel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s