Se eu pudesse falar com Deus neste Natal…

… eu pediria paz. Paz no mundo e paz de espírito. Porque considero a paz essencial em todos os corações, capaz de gerar os mais nobres sentimentos.
Se eu pudesse pedir algo para Deus neste Natal, pediria mais juízo aos seres humanos. Que nós encontremos o equilíbrio entre a razão e o coração, entre o desenvolvimento e o meio-ambiente, que entendamos de uma vez por todas que os recursos do nosso planeta não são auto-sustentáveis, e nem infinitamente renováveis.
Pediria que os seres humanos tivessem mais respeito, acima de tudo. Respeito com o próximo, com as criaturas e com o planeta. Com o ar, a água, o fogo, a terra e, principalmente, com o Criador, seja lá qual for a sua crença. Pediria um mundo menos automático, menos mecânico, mas humano o bastante para manter a sensibilidade. Pediria a Deus equilíbrio.
Também pediria um coração mais brando em cada um de nós, a capacidade de encher os olhos de lágrima com a maldade do mundo, e não a frieza robótica da banalidade. Pediria que a as nossas almas se acalentassem mais com o sorriso de uma criança, com o agradecimento de um idoso, com o olhar de amor incondicional de um animal, com um dia de céu azul ou o canto de um bem-te-vi. Sendo assim, talvez fossemos menos cruéis.
Pediria a Deus um pouco mais de humanidade, mas aquela humanidade quente e altruísta, não a humanidade destrutiva. Pediria solidariedade com os que têm menos que a gente. Pediria ajuda e esperança aos necessitados, fé aos que acreditam, saúde aos que precisam, cura aos que a perderam, alegria quando a tristeza teima em vir.
Se eu pudesse falar com Deus neste Natal pediria que o homem raciocinasse mais, não só com a mente, mas com o coração e a alma. Pediria bondade e menos guerras, mais misericórdia e piedade. Mais irmandade.
Eu também pediria amor. Principalmente o amor fraterno, o amor entre as criaturas, o amor próprio. Pediria que o amor se espalhasse como flores dente-de-leão, que emanasse de cada sorriso sincero, de cada gesto de compreensão, de cada pensamento positivo. Que o amor gere a tolerância religiosa e racial. Que o amor inunde os seres humanos de tal forma que a consciência mundial se transforme. Que sejamos capazes de transformar. E que tenhamos fé de que qualquer transformação para o bem ecoa pelo mundo, mesmo que ela comece dentro de casa.
Se Deus realmente estiver me ouvindo neste Natal, peço que olhe por nós. Que rogue por nós e nos salve de nós mesmos. Que cure o mundo e os seres humanos, que renove as nossas esperanças em dias melhores. Que Deus se faça presente e que sejamos humildes o suficiente para reconhecer a Sua presença nos dias do ano que vem.
Se eu pudesse fazer um único pedido para Deus neste Natal eu continuaria pedindo a paz. A paz no mundo e no coração dos homens. Porque, sem dúvida nenhuma, a paz é a mãe de todos os sentimentos mais nobres… e é com ela que conquistaremos um mundo melhor.

Que todos vocês tenham um lindo Natal, com muito significado. E que ele renove as esperanças do teu coração em dias melhores para o ano que vem. Muito amor, alegria, fé. Saúde e paz de espírito.

Feliz Natal!!!!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s