I guess there´s something deep inside

Eu ando cansada. Emocionalmente esgotada. Tenho um dilema enorme e um monstro gigante dentro do meu armário, que não me deixa dormir. Não sei o que fazer. Às vezes dá vontade de desistir, mas não se pode desistir sem lutar. Fui eu quem topou colocar o barco sobre as ondas. Só que a luta cansa, corrói, deixa buracos e espaços vazios.
Sinto um frio imenso dentro de mim. Há dias que não como direito, não durmo direito. Há lágrimas. Há medo, dá muito medo. Medo de dar errado, medo do amanhã. Dá arrependimento. Arrependimento de ter sido egoísta e trocado o certo pelo incerto, de ter pensado mais na minha saúde emocional do que na estabilidade. Raiva. Dá raiva da incompetência, da negligência, da falta de cuidado, da falta de família alheia. Dá raiva de ter tudo isso no coração sem a menor necessidade. Dá raiva de sofrer sabendo que alguém pode ir ali resolver todos os seus problemas, e não vai.
Dá angústia. Dá frustração. Dá alterações de humor. Dizem que não é o fim do mundo, que tenho que ter paciência, tudo vai se resolver. Talvez se eu nunca tivesse passado por isso daria os mesmos conselhos. Mas sentir na pele é diferente, é amedrontador, o chão desaparece.  Preciso tirar esse monstro do meu armário, preciso de um pote no fim do arco-íris…

(Esse post era pra ter sido arquivado nos meus rascunhos…)

PS.: Logo, logo passa. 😉

Anúncios

6 comentários sobre “I guess there´s something deep inside

  1. Erika disse:

    olha gata.. dificil mesmo viu? ja passei por isso e sei quao desesperador eh.. alias, agora to passando por isso, mas em relacao a outras coisitas… enfim, never mind.

    pra sair dessa, eh preciso ter goals… definir exatamente o q vc quer e da pra fazer. senao, a angustia toma conta e ferrou.

    defina e esqueca do resto. quer ir distribuir cvs e conseguir um emprego, faca. quer achar O emprego, vai demorar mais, mas da pra ser sim… o negocio sao metas e ir atras, pq a sensacao de estar parado ou q o mundo nao anda eh a pior coisa.

    beijo e melhoras

  2. Delma disse:

    Oi Mi

    Encontro-me neste turbilhão de sentimentos que vem e que vão, e que não tem explicação. Ando confusa, triste demais, às vezes fico “alegrinha”, outras não. É complicado lidar com certas coisas, às vezes acho que não tenho o amadurecimento necessário para enfrentar a vida.
    Tô tentando voltar, pois sei que o universo bloguístico me faz falta, mas as palavras falham.
    O bom (sendo ironica) disto tudo é que uma hora passa.
    Beijinhos, boa semana e obrigada pelo comment.

  3. coisas da cris disse:

    Amiga,
    Infelizmente não estamos mais brincando de boneca e nossos problemas e temores são reais demais para nos deixarem descansar a cabeça no travesseiro sem sentir insônia.
    Vc fez o que seu coração mandou e o que a razão deixou, e ainda está fazendo! Está construindo uma história. Não existe certo e errado, bom ou ruim, apenas existe aquilo que queremos e a forma que conseguiremos, sendo ela adequada ou não a nossa realidade.
    O monstro do armário sempre irá existir em nossas vidas…Só que em cada fase ele tem uma cara!
    Lembre-se sempre de uma coisa que dizia Eistein:
    “A vida é como uma parede, o que você der a ela, ela lhe devolverá. Se jogar uma bolinha azul, nunca espere ter uma bolinha verde de volta. Se jogá-la fraco, não espere que ela retorne com força. Por isso, sempre jogue para a vida o que quer que ela lhe dê de volta!”
    Eu te amo e estou aqui para o que der e vier.
    Bjos no coração
    Cris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s